19/05/12

Maior pecado

Costuma-se dizer, sem a menor base bíblica, que Deus não faz distinção entre os pecados, ou seja, que não há um pecado maior e outro menor. A Escritura é clara:

E aconteceu que no dia seguinte Moisés disse ao povo: Vós cometestes grande pecado. Agora, porém, subirei ao Senhor; porventura farei propiciação por vosso pecado.
Assim tornou-se Moisés ao Senhor, e disse: Ora, este povo cometeu grande pecado fazendo para si deuses de ouro.
(Êxodo 32:30,31)

“Era, pois, muito grande o pecado destes moços perante o Senhor, porquanto os homens desprezavam a oferta do Senhor.”
(1 Samuel 2:17)

“Porque rasgou a Israel da casa de Davi; e eles fizeram rei a Jeroboão, filho de Nebate. E Jeroboão apartou a Israel de seguir ao Senhor, e os fez cometer um grande pecado.”
(2 Reis 17:21)

“Porque maior é a iniqüidade da filha do meu povo do que o pecado de Sodoma, a qual foi subvertida como num momento, sem que mãos lhe tocassem.”
(Lamentações 4:6)

“Respondeu Jesus: Nenhum poder terias contra mim, se de cima não te fosse dado; mas aquele que me entregou a ti maior pecado tem.”
(João 19:11)

Afirma-se que a correta interpretação seria a de que esses pecados tem consequências maiores, mas que são pecados iguais aos outros. É isso que o texto diz? Não. Para o lixo essa interpretação. O texto bíblico diz “grande pecado”. Cale-se o homem e aceite o que diz a Escritura.

O interessante de se notar é que os quatro primeiros textos fazem referência a pecados contra Deus, enquanto o último (que também é contra Deus, embora não conscientemente) esboça o princípio da proporcionalidade (cf. Marcos 12:40; Lucas 12:47,48; Tiago 3:1). É um pouco de presunção achar que um pecado contra Deus tem o mesmo peso que um pecado contra mim, não?

Embora a Bíblia declare essa gradação de pecados, ela nunca diz que há um pecado pequeno. Apenas que há pecados maiores que outros. Evidentemente todos os pecados são abomináveis e devem ser abandonados. Não importa se alguém cometeu pecados pequenos ou grandes, quem vive pela carne herdará a condenação, e quem vive pelo Espírito receberá a vida (Romanos 8:13; Gálatas 6:8).

G. Montenegro


13 comentários:

  1. Gyo, faça uma correção: "quem vive pela carne herdará a morte, e quem vive pelo Espírito receberá a condenação"

    Quem vive pelo Espírito receberá a vida! ;D

    att,

    Giorne

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CONDENAÇÃO e MORTE no contexto bíblico é a msm coisa, pois quem for condenado por Deus irá para o inferno q será a segunda MORTE!


      Deixa pra vc corrigir quando fugir do assunto bíblico, caso vc tenha conhecimento, q acho um pouco difícil vc ter fazendo essas correções bobas!

      Excluir
    2. O problema acima foi eu ter escrito "condenação" no lugar de "vida", mas já corrigi. Obrigado.

      Excluir
  2. João 19:11 nessa passagem quem seria esse que entregara Jesus, Judas ou faz referencia ao Sinédrio? Já que Judas fora para cumprir a profecia!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Sinédrio, sem dúvida. Judas não entregou Jesus a Pilatos.

      Demorei a responder essa pergunta porque não a havia visto.

      Excluir
  3. Judas e Sansão foram salvos? E suicídio é proibida na Biblia? Ouço muitos falarem mais ainda não achei isso na bíblia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Bíblia não utiliza a palavra "suicídio". Ela condena matar (assassinar). Não há uma condenação explícita do suicídio.

      Excluir
  4. Mas que se suicida não é a mesma coisa que homicidio? Os dois personagens se suicidaram e se arrependeram não foi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus decidirá se é a mesma coisa.

      Eles "se suicidaram e se arrependeram"? Mais ou menos, porque a ordem é inversa, e essa ordem faz toda a diferença: eles primeiro se arrependeram de algo anterior, e então se suicidaram. Nenhum deles se arrependeu "do suicídio"; isso seria uma contradição. E o "suicídio" de Sansão é diferente do de Judas, porque é uma conseqüência indesejada de um risco tomado, enquanto em Judas é a vontade é de morrer mesmo.

      Excluir
  5. É verdade sobre o bispo Papias, que relata que Judas sofria de elefantíase e tropeçando caiu e foi esmagado por uma carroça?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um amigo de serviço que é messianico disse que sobre o enforcamento de Judas a biblia não afirma o ato do suicidio e dizem coisas opostas e esse bispo papias fora discipulo do apóstolo João e relata que Judas sofreu dessa doença que citei acima, e disse categoricamente que esse testemunho é importante pois coletou as informações orais dos apostolos e segundo o texto de Mt ele foi enforcar-se e Mateus foi testemunha na época. O que acha Gyordano?

      Excluir
    2. Nenhum dos textos escritos de Papias chegou até os nossos dias. O que chegaram foram fragmentos em forma de citações, feitas por pais da Igreja dos séculos posteriores.

      Há dois fragmentos atribuídos a Papias que falam sobre a morte de Judas, mas esses fragmentos são discrepantes, de modo que não temos como verificar o que foi que Papias de fato escreveu.

      Excluir